• Endereço: Rua Araújo, 124, 1º Andar, São Paulo
  • Tel.: +55 (11) 3211-1233
  • Horário: Seg. à Sex., das 9h-18h.

Compartilhe

De João Pinheiro e Sirlene Barbosa

Código 0991l18606

Nesta HQ, o artista visual João Pinheiro e a professora Sirlene Barbosa contam a história da escritora Carolina Maria de Jesus (1914-1977). Mulher, negra e catadora de papel, ela escreveu Quarto de Despejo, livro que ficou no topo da lista de mais vendidos do Brasil e foi publicado em mais 13 países nos anos 1960, no qual narra o cotidiano na favela do Canindé, região central de São Paulo, onde morava na época. A obra retrata a infância pobre em Minas Gerais, a vida sofrida em São Paulo, as ilusões e decepções com a fama e, por fim, seu esquecimento. O livro traz um retrato das barreiras sociais e raciais ainda vivas no Brasil e pode abrir portas também para uma discussão qualificada sobre a ideia de prestígio e desprestígio na literatura.

Temas transversais: desigualdade social, presença da mulher na literatura brasileira, presença do negro na literatura, gênero.

 

   

Prêmios: Indicada ao Jabuti 2017 e selecionada no PNLD 2018.

Publicado também na França.

Na imprensa

Entrevista de Sirlene Barbosa no Geledés.

“Permitindo-se ver o universo pelos olhos de Carolina, a narrativa começa a ingressar no mundo interno da autora. A HQ cresce quando chega a cenas fantasiosas, como a que a escritora paira acima da favela, da cidade, do planeta, e toma uma estrela nas mãos. É uma transição que faz bom uso de recursos poéticos, atribuindo ousadia ao livro. O estilo levemente mais didático assume a narrativa a partir daí, para contar sua vida após Quarto de Despejo“.  (…) A linearidade some de novo ao final, em uma cena que volta à infância. É um belo fechamento, que fixa a estrutura ora didática, ora poética. O resultado é uma perspectiva de Carolina Maria de Jesus que tenta contemplar como foi viver na pele da escritora.” – Folha de S. Paulo

“Gosto principalmente da forma como os dois (Sirlene Barbosa e João Pinheiro) construíram em Carolina um projeto com imensa sustentação histórica e bibliográfica que ainda flui perfeitamente como narrativa quadrinística.”  – blog Vitralizado

“Um belo exemplo de como as histórias em quadrinhos podem ser usadas como uma importante fonte de resgate de momentos históricos ou personagens, que muitas vezes não recebem o devido reconhecimento por sua obra e pela diferença que fazem nas nossas vidas.” – Bruno Auriema (blog Amplifique-se)

 

Conheça um pouco da obra (clique aqui)

   

  

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *