v-de-veneta

Em breve, a 2ª temporada do V de Veneta no Youtube. Inscreva-se no nosso canal

Endereço: Rua Araújo, 124, 1º Andar, São Paulo          Tel.: +55 (11) 3211-1233          Horário: Seg. à Sex., das 9h às 19h.

Loading...

Frantz Fanon

O nome de Frantz Fanon (1925-1961), escritor, psiquiatra e pensador revolucionário da Martinica, é inseparável da guerra de independência da Argélia e das lutas anticoloniais do século XX. Mas quem realmente era esse homem?

Em 1961, Frantz Fanon, Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre se encontraram em Roma. O motivo do encontro era discutir o prefácio que Sartre faria para Os Condenados da Terra, o explosivo livro-manifesto anticolonialista de Fanon. Mas o resultado foram três dias de discussões intensas a respeito de temas como colonialismo, psicanálise e racismo. Debates que entraram pelas madrugadas.

Fanon, aos 36 anos, tinha urgência porque estava ativamente envolvido na luta armada pela independência da Argélia e talvez também porque estava doente e pressentia que tinha pouco tempo de vida pela frente. O encontro dos três pensadores se tornou legendário, e o livro de Frédéric Ciriez (roteiro) e Romain Lamy (desenho) parte dele para descrever a vida e a luta de Frantz Fanon.

Esta HQ deve ser lida não apenas como uma biografia intelectual e política de Fanon, mas também como uma introdução original ao seu pensamento, mais atual, mais necessário e mais decisivo do que nunca.

R$119,90

Loading...

Frantz Fanon

O nome de Frantz Fanon (1925-1961), escritor, psiquiatra e pensador revolucionário da Martinica, é inseparável da guerra de independência da Argélia e das lutas anticoloniais do século XX. Mas quem realmente era esse homem?

Em 1961, Frantz Fanon, Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre se encontraram em Roma. O motivo do encontro era discutir o prefácio que Sartre faria para Os Condenados da Terra, o explosivo livro-manifesto anticolonialista de Fanon. Mas o resultado foram três dias de discussões intensas a respeito de temas como colonialismo, psicanálise e racismo. Debates que entraram pelas madrugadas.

Fanon, aos 36 anos, tinha urgência porque estava ativamente envolvido na luta armada pela independência da Argélia e talvez também porque estava doente e pressentia que tinha pouco tempo de vida pela frente. O encontro dos três pensadores se tornou legendário, e o livro de Frédéric Ciriez (roteiro) e Romain Lamy (desenho) parte dele para descrever a vida e a luta de Frantz Fanon.

Esta HQ deve ser lida não apenas como uma biografia intelectual e política de Fanon, mas também como uma introdução original ao seu pensamento, mais atual, mais necessário e mais decisivo do que nunca.

R$119,90

Loading...

Descrição

O nome de Frantz Fanon (1925-1961), escritor, psiquiatra e pensador revolucionário da Martinica, é inseparável da guerra de independência da Argélia e das lutas anticoloniais do século XX. Mas quem realmente era esse homem?

Em 1961, Frantz Fanon, Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre se encontraram em Roma. O motivo do encontro era discutir o prefácio que Sartre faria para Os Condenados da Terra, o explosivo livro-manifesto anticolonialista de Fanon. Mas o resultado foram três dias de discussões intensas a respeito de temas como colonialismo, psicanálise e racismo. Debates que entraram pelas madrugadas.

Fanon, aos 36 anos, tinha urgência porque estava ativamente envolvido na luta armada pela independência da Argélia e talvez também porque estava doente e pressentia que tinha pouco tempo de vida pela frente. O encontro dos três pensadores se tornou legendário, e o livro de Frédéric Ciriez (roteiro) e Romain Lamy (desenho) parte dele para descrever a vida e a luta de Frantz Fanon.

Esta HQ deve ser lida não apenas como uma biografia intelectual e política de Fanon, mas também como uma introdução original ao seu pensamento, mais atual, mais necessário e mais decisivo do que nunca.

 

Sobre os autores: 

Frantz Fanon (1925-1961) foi um psiquiatra e escritor, considerado um dos pioneiros do anticolonialismo. É autor de Os Condenados da Terra; Pele Negra, Máscaras Brancas, entre outros.

Frédéric Ciriez (1971) é escritor. Tem oito livros publicados, entre romances, quadrinhos e roteiros.

Romain Lamy (1982) é jornalista, quadrinista e professor.

 

“Uma excelente introdução ao pensamento de um dos maiores protagonistas do anticolonialismo.” Le Monde diplomatique

“Do breve encontro de Fanon com Sartre em 1961, Frédéric Ciriez e Romain Lamy refazem a jornada do pensador anticolonialista nos quadrinhos” La Libération

“Um encontro com um incrível poder intelectual” – Le Canard enchaîné

“Maravilhosamente desenhado” – Der Spiegel

“Numa graphic novel excepcional, Frédéric Ciriez e Romain Lamy colocam em perspectiva, de forma muito bem-sucedida, vida e obra do psiquiatra e militante anticolonialista” Le Monde Afrique

“O traço desconstruído de Romain Lamy mergulha habilmente nos sonhos e pesadelo de Frantz Fanon. Um trabalho colossal a respeito de uma obra complexa”Psychologies

Informação adicional

Peso 1,257 kg
Dimensões 21 × 1,5 × 28 cm
Acabamento

Capa dura/ Colorido

Nº de páginas

248

ISBN

978-85-9571-139-6

Tradutor(a)

Ana França, Maria Teresa Mhereb