v-de-veneta

Em breve, a 2ª temporada do V de Veneta no Youtube. Inscreva-se no nosso canal

Endereço: Rua Araújo, 124, 1º Andar, São Paulo          Tel.: +55 (11) 3211-1233          Horário: Seg. à Sex., das 9h às 19h.

Loading...
INDISPONÍVEL

IMAGERIA – O NASCIMENTO DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Imageria, de Rogério de Campos, apresenta os primeiros 500 anos da história dos quadrinhos e traz os trabalhos que inspiraram a narrativa visual moderna. São mais de cem HQs criadas entre os séculos XV e XX, que ajudaram a criar a base da linguagem cinematográfica e influenciaram tanto o design gráfico como a literatura.

R$159,90

Fora de estoque

Avise-me quando este livro estiver disponível

Loading...

IMAGERIA – O NASCIMENTO DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Imageria, de Rogério de Campos, apresenta os primeiros 500 anos da história dos quadrinhos e traz os trabalhos que inspiraram a narrativa visual moderna. São mais de cem HQs criadas entre os séculos XV e XX, que ajudaram a criar a base da linguagem cinematográfica e influenciaram tanto o design gráfico como a literatura.

R$159,90

Fora de estoque

Avise-me quando este livro estiver disponível

Loading...

Descrição

Uma tira do Yellow Kid publicada em 25 de 1896 no New York Journal é considerada por vários estudiosos a primeira história em quadrinhos do mundo. O título de “primeira HQ”, no entanto, é disputado com outros autores igualmente importantes, como o suíço Rodolph Töpffer -autor de M. Jabot, uma sátira ácida à pequena burguesia do século 19-, e o inglês William Hogarth, autor do ousado Progresso de uma prostituta,que, em plena Londres do século 18, narrava em desenhos as desventuras da jovem Moll Hackabout, a prostituta do título.

Essas três candidatas ao título de “primeira HQ” são reunidas, na íntegra, pela primeira vez no Brasil, em Imageria – o nascimento das histórias em quadrinhos, de Rogério de Campos. O livro apresenta os primeiros 500 anos da história dos quadrinhos e traz os trabalhos que inspiraram a narrativa visual moderna. São mais de cem HQs criadas entre os séculos XV e XX, que ajudaram a criar a base da linguagem cinematográfica e influenciaram tanto o design gráfico como a literatura.

Dos temas religiosos às histórias sensacionalistas de crimes reais, passando pela crítica de costumes, Rogério de Campos mostra a grande variedade de assuntos e estéticas retratados nos quadrinhos antigos. Além de Outcault, Töpffer e Hogarth, o livro traz autores fundamentais -e a maioria também inédita no Brasil- como Grandville, Gustave Doré, Hokusai (o inventor dos mangás), Winsor McCay e retrata o início do gênero no Brasil, com Sisson e Angelo Agostini.


“Este livro de Rogério de Campos é algo muito importante para os quadrinhos brasileiros. O futuro se firma e se constrói a partir das obras fundadoras do passado.”
– Paul Gravett

Um dos dez melhores livros sobre quadrinhos publicados no mundo em 2015, segundo o crítico inglês Paul Gravett.

Prêmio HQ Mix  de melhor livro teórico

“Tem uma palavra para descrever o livro de Rogério de Campos sobre quadrinhos lançado pela Veneta: monumental”
– Rafael Campos Rocha (autor de “Deus Essa Gostosa”)

“Simplesmente sensacional! Lindas páginas. Um livro maravilhoso à altura do tema que aborda”
– Nobu Chinen (autor de Linguagem HQ – Conceitos Básicos)

“Uma frenética investigação que se perde no tempo, sobre os caminhos que conduziram à cristalização daquilo que se entende por quadrinhos nos dias atuais. Indispensável para qualquer um que se interesse pela história das histórias em quadrinhos.”
– Marcello Quintanilha em entrevista para o Nexo

“Desde logo, não apenas pelo facto de estar em português mas por ser efectivamente a melhor antologia de que temos conhecimento de textos pré-modernos da banda desenhada, este será um volume que deveria ter lugar obrigatório em qualquer biblioteca que pretenda exercer um papel fundamental na compreensão, estudo e ensino desta forma que, conhecida por “histórias em quadrinhos” ou “banda desenhada”, nos fascina.”
– Pedro Moura (LerBD – Portugal)

“Pesquisa meticulosa, texto lúcido (…) Acima de tudo uma antologia, um livrão de arte com amostras generosas, o volume tem como mérito esse novo modo de encarar o passado das HQs, inovando a bibliografia brasileira do tema, traçando relações precisas os fatos, contextualizado cada traço para sua época”
– Germano Rabello (Continente)

“Este livro de Rogério de Campos é algo muito importante para os quadrinhos brasileiros. O futuro dos quadrinhos se firma e se constrói a partir das obras fundadoras do passado”
– Paul Gravett

“Que livro precioso esse do Rogério de Campos. De verdade, qualquer pessoa que leva (ou pretende levar) quadrinhos a sério, precisa ler essa obra”
– Daniel Lopes (Pipoca e Nanquim)

“Conteúdo surpreendente (…) Com certeza, um livro obrigatório para fãs de HQs e essencial para todos os interessados nas narrativas visuais, como cinema, TV, design gráfico, publicidade, etc.”
– Daniela Sousa (Design Culture)

“’Imageria’ recupera as origens dos quadrinhos”
– Guilherme Sobota (O Estado de S. Paulo)

“Obra imperdível”
– Rodrigo F. S. Souza (Nerd Geek Feelings)

“Ao longo das 360 páginas do livro, o editor reúne e investiga elementos em comum em títulos essenciais para a compreensão da origem e da composição das HQs como linguagem.”
– Ramon Vitral (Vitralizado)

“É a maior pesquisa iconográfica sobre o tema que já se publicou em livro no país e talvez seja superior a livros estrangeiros com proposta similar”
– Érico Assis (Blog da Companhia)

Rogério de Campos fala de Imageria na Quanta

“Imageria foi o livro teórico vencedor do 28º Prêmio HQ Mix. Em contato com esta enciclopédia de história em quadrinhos é fácil entendermos o motivo da premiação, pois é um dos livros mais completos em termos de teoria sobre quadrinhos que encontrei através de buscas na internet. Não há dúvidas de que este trabalho é fruto de uma minuciosa pesquisa realizada pelo autor, que além de discutir a origem dos quadrinhos, trouxe de forma cronológica os desenhos de autores que podem ser considerados os precursores desta arte.”
– (Bombu Teco)

“350 páginas ricamente ilustradas e pontuadas com textos que fornecem um panorama bem amplo sobre a evolução das narrativas gráficas em diversos países ao longo dos últimos 5 séculos”
– Dani Marino (Nona Arte)

“Desde já, considero Imageria um livro divisor de águas dentro da historiografia dos quadrinhos no Brasil”.
– Heitor Pitombo (Mundo dos Super-Heróis)

“O livro apresenta os primeiros 500 anos da história dos quadrinhos e traz os trabalhos que inspiraram a narrativa visual moderna. São mais de cem HQs criadas entre os séculos 19 e 20, que ajudaram a criar a base da linguagem cinematográfica e influenciaram tanto o design gráfico como a literatura.”
– Samir Naliato (Universo HQ)

“Imageria traz as primeiras HQs da história”
– Gustavo Clive Rodrigues (Formiga Elétrica)

“Um livro voltado principalmente para os fãs de HQs e para todos os interessados nas narrativas visuais, como cinema, TV, design gráfico, publicidade etc.”
– Marcelo Naranjo (Universo HQ)

“A obra apresenta mais de cem histórias em quadrinhos criadas nos últimos 500 anos, entre os séculos 15 e 20, que, além de originarem as HQs de hoje, também influenciaram, segundo o autor, a literatura, o teatro, o cinema, a televisão, os vídeo games, as artes plásticas e o jornalismo”
– Rodrigo Casarin (Página Cinco – UOL)

“Se você sempre quis conhecer  a origem das HQs, Imageria terá um lugar especial na sua estante. Compilando parte dos 500 anos da história dos quadrinhos, a obra traz trabalhos de verdadeiros mestres, como Richard Outcault (criador de The Yellow Kid) e Katsushika Hokusai (criador do mangá). Ela foi publicada pela Editora Veneta e mostra como a nona arte influencia os diversos segmentos artísticos até hoje.”
– (Syfy – G1)

O Nerdista entrevista Rogério de Campos

“Rogério, que já lançou no brasil gente como Alan Moore, Crumb, Sacco e Bechdel, mostra em seu livro o trabalho de pioneiros da arte sequencial em diferentes cantos do mundo, de Hogarth a Hokusai, de Outcault a Agostini.”
– Lucas Aquino (Tapioca Mecânica)

“E infinitos são os autores que já narraram essa história, muitos até tentando recuperá-la. Porém, a melhor História do surgimento das HQs – para mim – foi narrada neste século, neste ano, por um amante-curioso-militante das HQs, Rogério de Campos, na obra Imageria – O nascimento das histórias em quadrinhos, vencedora do prêmio 28º Troféu HQ Mix na categoria Livro Teórico.”
– Bárbara Zocal (Quadro a Quadro – Núcleo Álvaro de Moya de Quadrinhos)

“Edição de luxo, com 360 páginas, da editora Veneta – que há muito tempo trata a nona arte com singular deferência”
– Alexandre Postigo (Balaio Pop)

“Além de Outcault, Töpffer e Hogarth, o livro traz autores fundamentais – a maioria inéditos no Brasil – como Grandville, Gustave Doré, Hokusai (o inventor dos mangás), Winsor McCay e retrata o início do gênero no Brasil, com Sisson e Angelo Agostini.”
– (O Grito)

“Por vezes, neste livro, destaca-se o manifesto. Um dos maiores editores de quadrinhos do Brasil ressente-se de pouca liberdade para publicar, originada por uma onda moralista a que nem mesmo o século XVIII europeu teria assistido. No livro, não comenta seus percalços, mas eles ocorrem constantemente.”
– Rosane Pavam (Carta Capital)

Imageria no programa Metrópolis (TV Cultura)

Informação adicional

Peso 1,784 kg
Dimensões 30,5 × 23,6 × 3,1 cm
Acabamento

Capa dura, PB/Cor 4 páginas

ISBN

9788563137487

Nº de páginas

360