• Endereço: Rua Araújo, 124, 1º Andar, São Paulo
  • Tel.: +55 (11) 3211-1233
  • Horário: Seg. à Sex., das 9h às 19h.

Compartilhe

* por Fábio Vermelho

Além dos quadrinhos de horror clássicos da EC Comics e do cinema de nomes como John Waters e Jörg Buttgereit, uma das maiores inspirações dos quadrinhos de Fábio Vermelho é a música, especialmente o blues e o country dos anos 1920 e o punk dos anos 1970. No esquenta pra Eu Fui um Garoto Gorila, seu novo lançamento pela Veneta, reunimos três histórias onde o autor quadriniza letras de canções memoráveis, todas retiradas da Weird Comix, sua zine delinquente publicada em inglês para o mercado estrangeiro que você pode comprar aqui.

Lembrando que Eu Fui um Garoto Gorila segue em pré-venda aqui no nosso site com direito à um pôster de extremo mal gosto. Mas corra, pois eles são limitados!

* inspirada na canção Coffin Blues (1925), de Ida Cox.

 

* inspirada na canção In the Jailhouse Now (1928), de Jimmie Rodgers.

* inspirada na canção Let’s Get F*cked Up (1994), do The Cramps.

Nascido em Belém em 1991, Fábio Vermelho começou a nausear os leitores em 2015, na sua revista Weird Comix. Logo ficou conhecido pelo traço extravagante e pelas histórias tortas, fortemente inspiradas por tudo que há de sujo, depravado e horroroso. Publicou a HQ Assassino na Casa (2019) pela coleção Ugrito da Ugra Press, além de dois livros pela Escória Comix: O Deplorável Caso do Dr. Milton (2019) e 400 Morcegos (2020).

PRODUTOS RELACIONADOS

   .

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *